domingo, 25 de novembro de 2012

Violência Obstétrica


No dia Internacional de Luta pelo Fim da Violência contra  a Mulher, vamos falar sobre a Violência Obstétrica:
Entender que o direito ao parto, com respeito e autonomia, é fundamental para a mulher grávida é um primeiro passo no combate à violência obstétrica.
O trauma do parto/cesárea mal conduzido deixa marcas físicas e emocionais que transformam o momento maravilhoso do nascimento de um filho em uma sequela insuperável.
É necessário construir um movimento forte que inclua não só as gestantes, mas o poder público e profissionais de saúde, para que esse tipo de violência deixe de existir.

Não deixe de ver o vídeo. Os depoimentos são fortes e emocionantes, mas é preciso dar voz a essas mulheres.


VIOLÊNCIA OBSTÉTRICA - A voz das brasileiras